Cachaça ganha status com rótulos que custam mais de R$4 mil

O número de estabelecimentos produtores de Cachaça e Aguardente registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), registrou crescimento de 4,14 % no último ano. O número no ano passado foi de 1.131 e em 2019, de 1.086. Apesar da bebida ainda se manter no topo como uma das mais consumidas e populares no país, o preconceito e os julgamentos precipitados ainda fazem parte de sua história.

No site Cachaçaria Nacional, um canal exclusivo e seguro para encontrar diferentes cachaças, é possível encontrar preços democráticos, mas o que mais chama atenção são as bebidas premium e com valores que ultrapassam R$4 mil, um enorme contraste com as bebidas industrializadas vendidas em empórios e mercados cujo valor não ultrapassa R$10.

Um rótulo que atrai bastante atenção pelo preço é a Cachaça Havana. Armazenada por 12 anos em barris de bálsamo, madeira típica da região de Salinas, Minas Gerais, cada garrafa recebe um número único, que garante a legitimidade da bebida. A garrafa de 750 ml pode ser adquirida por R$4.900,00. Uma bebida numerada que é item de colecionador!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *