Livro que retrata a história do Cemitério do Alecrim sob o olhar de intelectuais potiguares é lançado na Capitania das Artes nesta quinta- feira (13)

A Empresa Vila, referência de excelência em assistência funerária, há 75 anos, é também uma incentivadora da cultura potiguar, patrocinando ações culturais e históricas por meio da Lei de Incentivo à Cultura Djalma Maranhão. O mais recente incentivo foi realizado para a publicação do livro-álbum “Cemitério do Alecrim, Chão Sagrado”, que conta a história do primeiro local público para sepultamentos da capital potiguar. A obra tem lançamento marcado para a próxima quinta-feira (13), às 18h, na Fundação Capitania das Artes, na capital potiguar.

A edição é uma produção do Sebo Vermelho, organizada pelo livreiro Abimael Silva e pela produtora cultural Danielle Brito. São 162 páginas com fotos e textos que montam um rico painel sobre um dos mais antigos e – infelizmente – esquecidos patrimônio histórico-cultural de Natal. Não há como contar a história do Alecrim, seu comércio, sua religiosidade e seu povo sem passar pela referência que é o Cemitério.

Enriquecido com textos de vários autores potiguares (Câmara Cascudo, Lenine Pinto, Lauro Pinto e outros) que abordaram a importância da construção do Cemitério do Alecrim, em 1855, Chão Sagrado traz seções reunindo lendas, casos e até poemas (Iracema Macedo, Zila Mamede) inspirados em personagens sepultados no local.

Em ensaio técnico inédito, a urbanista e arquiteta Márcia Rossana de Oliveira aborda os valores arquitetônicos representados pela arte tumular, atualmente ameaçados pela ação de vândalos e a falta de conservação dos vários jazigos centenários existentes no local, e sobre o que fazer para impedir a degradação e revalorizar o Cemitério do Alecrim como patrimônio público. Verbetes e uma sugestão de roteiro para visitação (incluindo um mapa com a localização dos túmulos de personagens famosos) completam o volume.

As fotos de Canindé Soares e João Maria Alves revelam aspectos de uma beleza, simples e reflexiva, que visitas e olhares apressados não detectam por trás dos muros. A edição do livro é do jornalista Carlos Peixoto. A impressão foi da Offset Gráfica. O livro serviu de base para a produção de um videodocumentário chamado Koimhthpion/Lugar do Sono Eterno – realizado pela Amarela Entretenimentos, com a direção de Augusto Lula, a ser apresentado durante o lançamento, em duas sessões; às 18h30 e 19h30.

Sobre a Empresa Vila
A empresa Vila é sinônimo de tradição, reconhecimento pelo valor do bem servir, e firmada no propósito de estar sempre ao lado dos colaboradores, parceiros e sociedade, é referência no mercado funerário e cemiterial brasileiro. O grupo empresarial, atua há 75 anos no mercado do Rio Grande do Norte e na Paraíba, possui mais de 440 funcionários e é movido pelo respeito ao próximo.

Atualmente, a empresa Vila possui unidades de negócios em Natal/RN e demais cidades da região metropolitana e, juntamente com os sócios locais, nas regiões do Seridó, do Oeste potiguar e parte da Paraíba, disponibilizando os serviços de assistência funerária, por meio do Plano Sempre de Assistência Funeral; funerárias, velórios, centrais de velório, cemitérios e crematório Memorial Vila na zona norte de Natal, em Caicó e em Mossoró; e o Vila Pet, primeiro crematório para animais do Estado.