Treat Williams, estrela de “Everwood” e “Hair”, morre aos 71 anos

Treat Williams, um ator veterano que estrelou os dramas de TV “Blue Bloods” e “Everwood”, morreu na noite de segunda-feira (12) em um acidente de moto em Vermont, disse seu agente de longa data, Barry McPherson, à CNN. Ele tinha 71 anos. 

Os investigadores, de acordo com Jacob Gribble, chefe dos bombeiros de Dorset, Vermont, acreditam que o motorista de um veículo estava virando e não viu a moto conduzida por Williams quando ocorreu o acidente.

Uma pessoa foi levada de avião para um centro médico regional e outra foi transportada por ambulância terrestre, de acordo com uma postagem no Facebook dos bombeiros de Manchester, VT.

Richard Treat Williams nasceu em Rowayton, Connecticut. Ele estudou teatro na faculdade e se mudou para Nova York logo após se formar. Lá, ele conseguiu o papel substituto para John Travola em “Grease” e mais tarde o substituiu como Danny Zuko.

A versátil carreira cinematográfica de Williams incluiu um papel inicial na adaptação do diretor Milos Forman do musical “Hair” em 1979, seguido pelo corajoso drama de um policial disfarçado “O Príncipe da Cidade” dois anos depois.

Nos anos 1990, o ator seguiu para diferentes tipos de papéis, interpretando o vilão na adaptação para quadrinhos “O Fantasma” e o superagente Michael Ovitz no filme da HBO baseado no livro “Trapaças no Horário Nobre”. Ele ganhou uma indicação ao Primetime Emmy por esse papel.

Mais tarde naquela década, Williams desfrutou do status de estrela de ação principal no filme B de 1998 “Tentáculos”, sobre um monstro marinho assassino, estrelando ao lado de Famke JanssenWes StudiDjimon Hounsou

Posteriormente, Williams encontrou um novo sucesso na televisão, estrelando a série da CW “Everwood” por quatro temporadas no auge e uma passagem mais recente em “Chicago Fire”

Ele também fez parte do elenco principal de “Chesapeake Shores”, aparecendo em 53 episódios entre 2016 e 2022. 

No ano passado, ele também co-estrelou a minissérie da HBO “A Cidade é Nossa”, crônica do produtor David Simon sobre corrupção e política interna no departamento de polícia de Baltimore. 

O falecido ator deixa sua esposa Pam Van Sant e seus dois filhos.

(Por CNN BRASIL)