Patente internacional

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) depositou no início deste mês de dezembro a sua primeira patente internacional. Trata-se de uma nova composição química à base de duas substâncias, os surfactantes não iônicos e o álcool de natureza apolar, capazes de remover e deslocar o óleo pesado – o petróleo – impregnado em superfícies sólidas, especificamente de arenito. A nova tecnologia teve seu pedido de depósito de patente realizado no Brasil no mês de abril deste ano (confira a reportagem), sob a denominação Sistemas de microemulsão para extração e deslocamento de petróleo em rochas de arenito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.