74 anos da Liga Contra o Câncer é comemorado em suas unidades

A Liga Contra o Câncer completou 74 anos nesta segunda-feira (17) e a comemoração reuniu colaboradores, voluntários e pacientes no Hospital Luiz Antônio, na Policlínica e no Centro Avançado de Oncologia (Cecan). Além dos parabéns, a celebração contou com passeio da imagem do Santíssimo conduzido pelo Padre Motta nos setores da unidade e apresentação da Banda de Música da Polícia Militar no Cecan.

“A Liga começou como uma unidade de acolhimento e hoje oferece quase tudo que é necessário para atender todas as fases do tratamento, seguindo o nosso lema ‘combater o câncer transformando vidas'”, afirmou o médico Luciano Luiz, coordenador executivo da instituição.

Fundada em 17 de julho de 1949, a Liga Contra o Câncer nasceu de uma iniciativa de um grupo de profissionais da área da saúde e sempre teve caráter filantrópico. Sua primeira sede foi instalada em uma antiga casa de recolhimento que, em 1961, passou a se chamar Hospital Dr. Luiz Antônio. A partir da década de 1970, a instituição entrou numa fase de melhorias e modernização, com investimentos em equipamentos.

Atualmente, a Liga conta com quatro unidades hospitalares: Cecan, Hospital Luiz Antônio e Policlínica, em Natal, e o Hospital de Oncologia do Seridó, em Caicó, e também a Casa de Apoio Irmã Gabriela, unidade localizada de acolhimento e hospedagem destinada a pacientes do interior que precisam de atendimento na capital.

Já no campo educacional, o Instituto de Ensino, Pesquisa e Inovação (IEPI) é referência na promoção e incentivo a investigação científica e estímulo ao desenvolvimento de soluções técnicas e tecnológicas. Junto ao trabalho desenvolvido pela Pesquisa Institucional, o Centro de Pesquisa Clínica da Liga tem reconhecimento internacional na condução de ensaios clínicos multicêntricos para descobrir ou verificar os efeitos farmacodinâmicos, farmacológicos, clínicos e identificar reações adversas a novos produtos.

Além disso, estão sendo construídos o Hospital Oncológico Pediátrico, no bairro do Alecrim, e o Centro de Diagnóstico e Ensino em Currais Novos. “Esses projetos são marcos para a instituição, pois vão permitir a ampliação do acesso da população aos nossos serviços de assistência médico-hospitalar, diagnóstico e ensino e pesquisa. As obras são possíveis graças a destinação de emendas parlamentares e parcerias com entidades, doações fundamentais para a expansão da Liga”, explica o superintendente Roberto Sales.

Doações

Mais de 70% dos atendimentos da instituição são feitos através do SUS, porém, os recursos provenientes dos repasses públicos não são suficientes para manter o nível de excelência da Liga. Por isso, a instituição reforça a importância das doações.

Atualmente, além de parcerias com empresas privadas, a Liga recebe doações de qualquer pessoa física. Essas contribuições podem ser feitas através da conta de energia, Pix, PagSeguro, depósito ou transferência bancária ou até mesmo por coleta em casa.

Esses recursos são aplicados na manutenção de projetos como a Casa de Apoio Irmã Gabriela, que oferece hospedagem confortável e gratuita para os pacientes do interior, além de alimentação, transporte e suporte da equipe multidisciplinar; a Clínica da Dor, que beneficia cerca de 350 pacientes por mês com a oferta gratuita de medicamentos para o tratamento da dor; e a Mercearia da Liga, que entrega mais de mil kits nutricionais por semestre.

Saiba mais no site: https://ligacontraocancer.com.br/doacao