“Ideal é não exagerar”, diz nutricionista sobre cuidados com alimentação nas festas juninas

Junho é um dos meses mais esperados do ano, isso por causa das festas típicas que acontecem neste período do ano; todas elas com fartura de comida, especialmente aquelas que usam o milho como base na receita: pamonha, canjica, bolo de fubá, entre outros. Mas para que seja possível curtir este mês com tranquilidade e sem exageros, é necessário manter a atenção em relação a alimentação.

A nutricionista Anne Silva explica que os carboidratos presentes em muitos pratos comuns neste período funcionam como fonte de energia para o corpo, mas é necessário atenção na hora de consumi-los. “Ao participar de alguma festa, o ideal é não exagerar porque o que é feito em exagero se torna algo prejudicial. Durante os festejos, privilegie os pratos ou produtos que você realmente queira comer e que não façam parte da rotina diária”, destaca.

Anne, que também é professora da Estácio, comenta que não tem problema em consumir um produto de alto valor calórico, desde que já se mantenha uma rotina de uma alimentação saudável. “O fato de comer um bolo, uma cocada ou algum outro prato doce, por exemplo, não se torna algo prejudicial para a dieta porque é algo esporádico e em casos de exagero, no dia seguinte a pessoa deve voltar para a alimentação que sempre fez para que o corpo desinche”, diz.

Ao participar de uma festa, a nutricionista orienta que a pessoa faça todas as refeições normalmente e beba muita água durante o dia. “O ideal é sair de casa alimentado para que não corra tanto o risco de cometer exageros”, completa.

Por Blog da Juliska