Meta reduz idade mínima para crianças nos óculos Quest

A Meta vai permitir que crianças a partir de 10 anos usem os óculos de realidade virtual Quest para entrar no metaverso, com algumas restrições. A mudança no limite de idade, que entrará em vigor até o final do ano, foi anunciada na última sexta-feira (16).

No momento, a dona do Facebook só aceita usuários com 13 anos ou mais. Mas a partir da alteração, que se aplicará ao Quest 2 e ao Quest 3, crianças de 10, 11 e 12 anos também terão acesso à plataforma, utilizando contas criadas e gerenciadas pelos pais, por meio de uma interface específica.

Como explicou a gigante da tecnologia, os responsáveis poderão controlar os aplicativos usados pelos pré-adolescentes, impedindo-os de acessar conteúdos inadequados. Por sua vez, a Meta recomendará apenas os programas considerados seguros para a faixa etária e não exibirá anúncios.

Outro detalhe é que o perfil e o avatar das crianças no Meta Quest ficarão definidos como privados por padrão. Assim, os pequenos usuários só poderão ser seguidos por outras pessoas com aprovação dos pais. Porém, o status ativo e o uso atual do app ficarão ocultos, exceto caso os responsáveis optem por compartilhar as informações.

Mais ajustes disponíveis

Controlar o tempo de uso da tecnologia é algo que os pais também terão a possibilidade de fazer, definindo a quantidade diária e agendando intervalos. Além disso, poderão ativar a transmissão dos conteúdos para o celular ou a TV, monitorando o que os filhos estão vendo ao usar o headset.

Haverá ainda a capacidade de definir se os dados das crianças serão usados para melhorar a experiência e de excluir as contas com todas as informações. Já o Meta Horizon Worlds continuará restrito aos maiores de 13 anos.

Fonte: Tecmundo, disponível em: https://www.tecmundo.com.br/produto/265360-meta-reduz-idade-minima-criancas-oculos-quest.htm