Categoria especial para estudantes do Prêmio Sistema FIERN de Jornalismo formação e produção jornalística

O 10º Prêmio Sistema FIERN de Jornalismo continua com as inscrições abertas e os alunos dos cursos de graduação na área também podem apresentar suas reportagens para concorrer na categoria especial de estudante. O prêmio tem o objetivo de valorizar a produção jornalística sobre as iniciativas da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte para o incentivo e apoio às atividades do setor industrial e ao desenvolvimento econômico. As inscrições permanecem abertas até o dia 31 de julho.

A categoria especial para premiar estudantes é reconhecida no meio acadêmico como incentivo à formação de profissionais qualificados. Além disso, é apontada como motivação para alunos buscarem conhecimento, com o uso de técnicas jornalísticas, sobre a economia do Rio Grande do Norte e a indústria do Estado.

“A possibilidade de o estudante de jornalismo participar do prêmio desperta no profissional em formação o interesse pelo desafio de produzir algo que possa contribuir com seu enriquecimento pessoal e profissional, porque exige dedicação e estudo sobre o tema a ser abordado”, destacou o superintendente de Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Sebastião Faustino. “O prêmio, em si, já é um desafio para os interessados, em todos os seus aspectos”, acrescentou, ao reconhecer que a iniciativa deve contribuir para motivar os alunos dos cursos dessa área a buscarem treinamento e qualificação.

Nesta edição, a premiação tem como tema “O desenvolvimento da indústria e da economia do RN a partir da atuação do Sistema FIERN em 70 anos”.

O coordenador de Grande Área da Universidade Potiguar (UnP), Eder Miranda, disse que a iniciativa da inclusão de uma categoria especial para estudantes no prêmio FIERN de Jornalismo é muito positiva. “Por incentivar a participação de discentes na prática da produção jornalística e também por dar visibilidade aos talentos que temos nas universidades”, declarou.

Ele vê iniciativas como essa da Federação como estímulo aos estudantes além de contribuir na formação jornalística e na busca de conhecimento relacionado às atividades econômica e produtiva da indústria. “É outro ponto muito válido da categoria estudante no prêmio FIERN, uma vez que abre o leque não só para produção de conteúdo, mas para o consumo de informações sobre atividades econômicas do Rio Grande do Norte e a importância da indústria em nosso estado. Os estudantes de jornalismo terão o olhar direcionado para lugares que nem sempre observam e isso é muito importante, pois também vai agregar novos conhecimentos”, frisou.

Eder Miranda acredita que os pontos positivos vão além da premiação. “Claro que o prêmio pode servir como estímulo para nossos estudantes, mas essa contribuição também se dá na formação dos futuros jornalistas, uma vez que as técnicas de checagem, apuração e redação que são vistas em sala de aula serão colocadas em prática e avaliadas por profissionais do mercado”, argumentou.

O Prêmio é promovido pelas entidades que compõem o Sistema (FIERN, SESI, SENAI e IEL) e podem concorrer, além dos profissionais, os estudantes na categoria especial, com trabalhos veiculados em jornais, revistas, rádios, blogs, sites, portais e TVs do RN, no período de 31 de julho de 2022 a 31 de julho de 2023. Os trabalhos veiculados nos meios de comunicação universitários e públicos também poderão ser inscritos.

Os vencedores em primeiro lugar de cada categoria — Jornalismo em Texto; Vídeo; Áudio; Fotojornalismo e categoria Especial Estudante — vão receber o prêmio de R$ 7 mil cada um. Já os trabalhos indicados como vencedores em segundo lugar vão receber R$ 4 mil em cada categoria.

Os estudantes podem inscrever “reportagens”, “séries de reportagens” ou “especiais” veiculados em qualquer veículo. A produção deve se adequar às especificações das categorias do Prêmio: Texto, Fotojornalismo, Áudio e Vídeo (ver edital: https://70anos.fiern.org.br/downloads/edital-2023.pdf).

O formulário de inscrição está disponível no site www.fiern.org.br/premio-jornalismo. Deve ser preenchido com os seguintes dados dos candidatos: nome, RG, endereço, contato telefônico, dados bancários, registro profissional (DRT). No caso de estudante, o número de matrícula e atestado/declaração da instituição de ensino superior na qual está cursando, endereço completo, telefone, e-mail para contato e categoria na qual está se inscrevendo. O formulário precisa ser anexado juntamente com o material dos trabalhos e link para envio por e-mail.

Clique aqui e confira o edital completo da 10ª edição do Prêmio Sistema FIERN de Jornalismo.

FONTE: blogdajuliska.com.br