Brasileiros gastam, em média, R$ 44 mil com festas de casamento, segundo pesquisa

Os brasileiros gastam, em média, R$ 44 mil com festas de casamento, segundo revela a pesquisa “Global Wedding Report 2023”. Segundo o levantamento, o tempo de organização dos eventos costuma durar de dez a 11 meses.

Entre os 15 países analisados, o Brasil fica na 10ª colocação no gasto médio com a festa. A primeira posição é ocupada pelos Estados Unidos, com R$ 147 mil. Aparecem na sequência Reino UnidoItáliaEspanha, todos com média de R$ 112 mil.

Em relação ao tempo levado para a organização da festa, Estados Unidos e Reino Unido lideram a lista. Nesses países, os casais costumam levar de 15 a 16 meses para concluir os preparativos. Na Índia, por outro lado, o tempo médio é de cinco a seis meses.

De acordo com o levantamento, as festas de casamento no Brasil recebem, em média, 125 convidados. Esse tipo de festa costuma ter mais gente na Índia. Por lá, a média é de 285 pessoas. No Reino Unido e na Colômbia, por outro lado, os eventos são mais enxutos, com média de 81 e 76 convidados, respectivamente.

Como os casais se conheceram

No Brasil, 24% dos casais se conheceram por meio de amigos em comum. Na Itália, esse percentual sobe para 33%, enquanto na Espanha, é de 31%.

No Peru, 33% dos casais se conheceram no trabalho. No México, esse percentual é de 23%.

Já nos Estados Unidos, 32% das pessoas que se casaram se conheceram pela internet. No Canadá e no Reino Unido, os percentuais são de 32% e 30%, respectivamente.

Morando juntos

Aproximadamente 41% dos casais brasileiros já moravam juntos antes de oficializar a união. O percentual é baixo, se comparado a países europeus.

Na Espanha e na França, por exemplo, 91% dos casais já dividiam o mesmo teto quando decidiram formalizar o casamento. No Reino Unido, o percentual é de 90%.

Meses preferidos

No Brasil, o mês mais popular para pedidos em casamento é dezembro (15%). Para as festas, porém, novembro é o preferido dos noivos, com 12%.

Em outros países do mundo, o último mês do ano também é o que concentra a maior parte dos pedidos de casamento, como Estados Unidos (15%), Canadá (19%), México (17%) e Chile (15%).

Para a realização da festa, porém, as preferências mudam conforme o local. Nos EUA, por exemplo, a maioria (20%) prefere se casar em outubro. No Reino Unido, os meses de agosto e setembro estão na frente (15%).

“Os casamentos atingem o pico onde o clima está mais favorável, sendo no final do verão o momento mais popular nos países europeus”, diz a organização da pesquisa.

Tradições

A pesquisa também mostra como algumas tradições são tratadas. No Brasil, a mais comum delas é a noiva lançar o buquê, algo que acontece em 80% das festas. Entre os países participantes, essa prática só é mais popular no México e Peru, com 83% cada.

A primeira dança entre os recém-casados acontece em 55% dos casamentos no Brasil, e o corte do bolo em 39%.

Metodologia

Baseada em dados coletados pela “The Knot Worldwide”, grupo da qual pertence a sua representante brasileira Casamentos.com.br, a “Global Wedding Report 2023” analisou casamentos de 15 países ao longo do ano de 2022. Ao todo, foram ouvidas mais de 25 mil pessoas.

Foram analisados casamentos nos: Estados Unidos, Canadá, Portugal, Espanha, Reino Unido, França, Itália, Índia, Colômbia, Peru, Brasil, Uruguai, Argentina, Chile e México.