“Arqueologia da Criação: uma imersão no acervo-ateliê de Rossini Pérez” o livro, marca a chegada do acervo de Rossini Perez à Natal e criação de instituto

Nesta quarta-feira (19), às 17h30, a Pinacoteca Potiguar acolhe o lançamento do livro “Arqueologia da Criação: uma imersão no acervo-ateliê de Rossini Perez”, organizado pela curadora Sabrina Moura. O evento marca a criação de um instituto dedicado a preservação da obra do artista em Natal, e conta com a presença de Manoel Onofre Neto, colecionador e membro do conselho consultivo do instituto.

Na ocasião, Sabrina e Manoel conversarão sobre trajetória de um dos maiores artistas do RN — cuja obra, de projeção internacional, integra coleções de museus como o MoMA de Nova York —, e sobre relevância desse acervo para a cena artística potiguar.Rossini Quintas Perez foi um premiado artista brasileiro com dezenas de exposições e obras nos mais importantes museus nacionais e estrangeiros. Gravador, fotógrafo e desenhista, foi professor de gravura em Brasília e Rio de Janeiro, além de Senegal, México e outros países da América Latina.

Filho mais novo do casal formado por uma seridoense e um empreiteiro emigrante galego, oriundo de San Andrés de Porqueirós, conselho de Moinhos na Galiza, Quintas Perez nasceu em 1931 na cidade de Macaíba, no estado do Rio Grande do Norte. 

Por Blog Heitor Gregório