Vinho brasileiro conquista prêmio mundial

Nesta semana, os produtores de vinhos comemoraram as posições alcançadas pelo Brasil em um dos prêmios mais importantes do mundo: o Decanter World Wine Awards, a maior e mais influente competição da bebida. A Decanter, revista inglesa fundada em 1975, é uma espécie de “Bíblia” global do vinho.

O país conquistou 16 medalhas na 19ª edição do prêmio. De acordo com os organizadores, houve “um recorde histórico de vinhos degustados.” Os premiados saem classificados nas categorias Best in Show e medalhas de platina, ouro e prata. Por trás de cada uma delas há um intenso trabalho em toda a cadeia de produção da uva, do plantio à vinificação.

Do total das medalhas conquistadas pelo Brasil, os destaques foram os vinhos produzidos pelas vinícolas Sacramento Vinifer, com a maior pontuação, e Casa Geraldo, ambas localizadas no sudeste. A região, ainda hoje, é pouco identificada com vinhos premium, mas vem em um trabalho crescente nesse sentido. Das cerca de 830 mil toneladas de uvas cultivadas, por safra, para a produção de vinhos no país, 90% estão no Rio Grande do Sul.

A Sacramento Vinifer, do empresário Jorge Félix Donadelli, está localizada na região de Caxambu (MG), na Serra da Canastra, onde as uvas são cultivadas na fazenda São Miguel. O outro destaque, a Casa Gerado, é uma vinícola fundada por Geraldo Marcon em 1969, no município de Andradas, também em Minas Gerais, aos pés da Serra da Mantiqueira.

Por Vera Ondei para a Forbes Leia mais em: https://forbes.com.br/forbesagro/2022/06/vinho-da-serra-da-canastra-e-o-melhor-do-brasil-em-premio-mundial/