Adeus a Cleonice Dias

Faleceu na noite deste sábado (26), Dona Cleonice Costa Dias, de 86 anos, mãe do prefeito Álvaro Dias.

Dona Cléa, como era mais conhecida, vinha travando uma batalha contra os problemas decorrentes da Covid-19.

Desejamos força e fé a família, o conselheiro do TCE, Renato Dias; a médica Débora Dias, Anselmo, Beto, Andréa e Adriana, e ao neto Adjuto Dias, secretário municipal de Trabalho e de Assistência Social e demais familiares.


“Minha mãe passou para o outro lado do caminho. Nasci num lar com muitos irmãos e logo perdi meu pai, que se foi muito cedo, aos 49 anos. Foi minha mãe com sua garra, firmeza e coragem que nos ensinou a enfrentar dificuldades e superar obstáculos nessa difícil caminhada da vida.

Estive com ela, um dia antes de sua partida. Vi que estava sofrendo muito. Apertei sua mão e senti que estava partindo. Me lembrei de Santo Agostinho: “A morte não é nada. Eu somente passei para o outro lado do caminho. Me dêem o nome que sempre me deram, falem comigo como vocês sempre fizeram. Não utilizem um tom solene ou triste, continuem a rir daquilo que nos fazia rir juntos. Eu não estou longe, apenas do outro lado do caminho…”. 

Me senti confortado. Entendi que mães nunca partem. Mães são irrestritamente solidárias, capazes de gestos e atitudes impensáveis pelos filhos. Estão sempre presentes, nos bons e maus momentos. Assim elas não morrem, vão ficar do outro lado do caminho, porque ninguém mais que as mães representam amor. Amor verdadeiro, amor que aquece a alma, amor que protege, amor que traz segurança e felicidade. Esse amor não morre.

Por isso, as mães são imortais. Porque permanecem imortalizadas pelo amor e pela saudade, eternamente presentes na alma, no espírito e no coração de seus filhos!”, do prefeito.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.